16 set 2021

Hopi Hari – 01/10/2011 – Hora do Horror




A Epidemia ainda não começou, mas eles já estão se preparando para a maior festa de horror da América Latina, a Hora do Horror 2011. E quem são eles, que te atormentarão no dia 01/10/2011, junto com o pessoal da FISK?

Durante a Hora do Horror o visitante se surpreenderá com três atrações temáticas inéditas, mais de 100 personagens transformando o parque numa verdadeira cena de filme de ficção, dois shows de horror em um palco especialmente montado para a temporada, balada eletrônica e a famosa “Direversi“, quando a Montezum faz todos o seu percurso de ré. No dia, o parque funcionará das 11h às 21h;

Resumo da História


Neste ano, todas as atrações levam o visitante ao enredo de Epidemia: cientistas estudam em um laboratório de pesquisas genéticas uma vacina poderosa, capaz de blindar o sistema imunológico humano contra qualquer ameaça. O resultado, ao invés disso, foi um vírus mortal, altamente contagioso, capaz de colocar a raça humana em condição de extermínio e que leva à mutação genética, transformando os contaminados em verdadeiros monstros.
“O tema desta temporada, Epidemia, é contemporâneo e alinhado às tendências dos lançamentos do entretenimento mundial, com requintes de realidade que fazem do conteúdo deste evento um dos mais atrativos de todos os tempos”, declarou Ana Cristina Tuna, gerente geral de Marketing do Hopi Hari. A Hora do Horror ocorre a partir das 18h30 em duas áreas temáticas do parque: Mistieri e Wild West.

 
Túneis

As atrações em formato de túneis temáticos, onde o visitante percorre a pé, permitirão ao visitante participar de um verdadeiro filme de ação. Na edição de 2011, os cenários e a tecnologia de ponta permitem uma experiência surpreendente, que oferece um evento imperdível para quem gosta de Halloween.
  • No túnel “Laboratório”, que representa um laboratório clandestino e estará localizado no gramado próximo ao Rio Bravo, o visitante vai percorrer nove salas cenográficas distribuídas em 400 m² de área. 
  • O “Expresso do Horror”, um trem descarrilado após um acidente, estará instalado no corredor do Lago e possui o maior percurso contínuo, com 100 metros, além de percurso sensorial de 30 metros. São 500 m² de área e seis salas cenográficas. 
  • Já no túnel “Refúgio do Medo”, o visitante vai percorrer oito salas cenográficas em 330 m² de área. É uma base militar onde as pessoas tiveram a esperança de se refugiar do seu grande medo – a epidemia – e estará atrás do Kastel di Lendas.
“Estas atrações são espetaculares pelos cenários de realismo e efeitos especiais de alta tecnologia, como laser, paredes falsas, projeções, câmaras frias e quentes, superfícies móveis e deslizantes, pontes e túneis que potencializam a adrenalina dos corajosos. Uma das grandes novidades são os robôs importados, que estreiam nesta temporada, impressionando a todos com seu realismo”, disse a gerente geral de Marketing do parque.
Direversi

É uma atração exclusiva da Hora do Horror. A tradicional Montezum, maior montanha-russa de madeira da América Latina, se transforma na Direversi, que faz o percurso de adrenalina todo ao contrário. São 1.000 metros a uma velocidade de 100km/h. Para os menos corajosos, um dos trens da Montezum não fica ao contrário e assim você pode encarar tudo de frente mesmo. É imperdível!
INFORMAÇÕES NA SECRETARIA DA FISK – PRAIA GRANDE.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.